CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Marco Florentino
Em prosa e verso
Textos

REAGI-VOS BRASILEIROS DEMOCRATAS CIVILIZADOS
REAGI-VOS BRASILEIROS DEMOCRATAS CIVILIZADOS

            O Prof. Afrânio Silva Jardim é um magnífico orador, hábil e notável com as palavras e em que pese sua radicalidade ideológica relacionada ao PT, neste texto a seguir, concordo plenamente com o que foi dito e dou apoio irrestrito.
            
            Também tenho desprezo absoluto pelas pessoas que votaram, apoiaram e ainda apoiam esse crápula psicopata e histriônico (tal qual o Coringa do Batman, ou talvez pior que o da ficção). Parece surreal o que estamos vivendo no Brasil.

            Meu filho Gabriel Florentino bem colocou quando, dois anos antes das eleições, eu o chamava de louco ao achar que essa caricatura defeituosa de Mussoline ganharia as eleições. Depois do resultado, afirmou que eu tinha subestimado esse calhorda. Não... definitivamente não o subestimei, o meu erro de avaliação foi ter superestimado significativa parcela do povo brasileiro, o qual, apesar do compreensivo sentimento anti petista, não tem qualquer justificativa plausível para ter votado nele, um autêntico arremedo de gente, uma besta em forma humana com alma de beócio, um bronco ignorante desprezível e estúpido.

            Qualquer adjetivo depreciativo que se utilize para caracteriza-lo ainda é pouco, e se não bastassem suas absurdas e infames declarações desde seu primeiro mandato como deputado, as ações do governo nesses dez meses iniciais confirmam os aviltantes adjetivos.

            Pelo fato de eu ter sido militar da Marinha e pertencer a uma família de militares, também concordo com o Prof. Afrânio quando supõe que muitos deles talvez estejam acompanhando esse nojento desvairado para poder conte-lo estrategicamente, pois não acredito que instituições tão sérias e repletas de pessoas do bem e de bom senso, compactuem com os desvarios desse alucinado.

            Não foi falta de aviso. No dia 27/10/2018 publiquei um artigo intitulado ¨Uma Personalidade Psicopática no Poder?¨ (vide o site RECANTO DAS LETRAS, autor MARCO FLORENTINO) na tentativa de alertar as pessoas sobre a condição sociopata desse tiranete e esclarecer mais detalhadamente o transtorno da personalidade psicopática do qual é portador.

            Meu consolo está na filosofia, mormente a Hegeliana e sua dialética, quando acredito estarmos vivenciando uma funesta e infeliz antítese (espero que muito passageira), como reação à tese representada pela ascensão pós guerra fria dos sublimes e irretocáveis valores humanos e progressistas contidos no estado democrático de direito.

            Talvez esteja por vir, em breve, uma síntese que agregue pessoas justas e equilibradas na luta pelo ideal tão antigo dum verdadeiro estado de bem estar social, já vivenciado por alguns países europeus, como a Finlândia.

            O prof. Afrânio nos exorta: REAGI-VOS BRASILEIROS DEMOCRATAS CIVILIZADOS.

Marco Antônio Abreu Florentino

A SEGUIR O TEXTO DO PROFESSOR AFRÂNIO DA SILVA JARDIM:

NÃO SE TRATA APENAS DE ESCOLA CIVIL/MILITAR. CUIDA-SE, TAMBÉM, DE ESTADO CIVIL/MILITAR !!!

O autoritarismo está em nossas "portas". O fascismo já está "pulando as janelas".

Só não vê, quem não quer. Existe um plano para impor à nossa sociedade os retrógrados valores da extrema direita.

Até o S.T.F. está "militarizado" ...

Dias de truculência nos esperam. Não podemos ficar parados aguardando a barbárie. Vamos nos preparar para defender a democracia e os direitos humanos.

Se for preciso, nossos netos criarão novas "Comissões da Verdade" e os assassinos e torturadores não mais serão anistiados...
Justiça, é o que importa. Justiça social, é o que importa !!!

A Constituição Federal exige que tenhamos um verdadeiro Estado Democrático de Direito. Vamos lutar por ele !!!

Não faz muito tempo, escrevi o texto abaixo. Um grito de alerta !!!

"O PERIGO BATE ÀS NOSSAS PORTAS. NÃO MAIS SE PODE NEGLIGENCIAR COM O FASCISMO. QUEREMOS A CONSOLIDAÇÃO DO ESTADO DEMOCRÁTICO DO DIREITO, PROMETIDO NA CONSTITUIÇÃO DE 1988

Começo este breve texto dizendo que tenho total desprezo por quem, de alguma forma, contribuiu para a chegada ao poder de um governo de evidente viés fascista ou mesmo que atualmente colabora com ele.

Posso ser acusado de radical, entretanto, trata-se de um sentimento que aflora independentemente de minha vontade. Quem já estudou o fascismo como eu, bem sabe do perigo que se está passando.

Não estamos apenas preocupados com as chamadas liberdades públicas. Estamos preocupados com vidas, com a integridade física de democratas que vão se opor a uma possível barbárie em nosso país.

Na minha opinião, nada justifica dar respaldo a quem não tem o menor apreço pelos melhores valores cunhados por nosso sofrido processo civilizatório.

Nada justifica se relacionar com quem se declarou, reiteradamente, ser a favor da tortura de seus adversários políticos e lamentou que a ditadura militar não tenha matado mais pessoas, embora já presas e imobilizadas.

Recentemente, o ex-capitão truculento que, de forma absurda, ocupa a presidência do nosso país, declarou, em solenidade pública, que era preciso armar a população para reagir a um futuro governo que tenha ideologia diversa da sua.

Mais recentemente ainda, o atual presidente da república disse que iria “varrer” do Brasil seus adversários ideológicos, chegando a chamar de bandidos os políticos argentinos que venceram as eleições primárias para a presidência daquele país irmão.

Ademais, este controvertido cidadão já declarou, na Câmara dos Deputados Federais, que era a favor de uma milícia que estava matando no Estado da Bahia, sugerindo que ela fosse para o Rio de Janeiro. Aliás, é notória a ligação de seus familiares com este segmento marginal no Estado do Rio de Janeiro.

Talvez por isso, e com o incentivo do atual governador, a “matança” de pessoas na cidade do Rio de Janeiro está se banalizando e fazendo parte do nosso cotidiano. É a política do extermínio como instrumento dos órgãos de segurança do Estado.

Notem que dei apenas alguns poucos exemplos das barbaridades que disse este ex-capitão truculento. No Youtube, estão publicadas dezenas de vídeos onde ele mostra todas as suas bizarras concepções, que chegaram a espantar vários líderes da extrema direita mundial.

É assustadora a intolerância do presidente da república contra todos e todas que se opõem ao seu projeto autoritário de poder. Preconceituoso, ele hostiliza as minorias e insufla o conflito, o ódio e a truculência dos seus adeptos.

Este bizarro presidente se vale da ignorância e ingenuidade das pessoas mais humildes, utilizando-se do fanatismo religioso para desconstruir a verdade histórica e repudiar o conhecimento cientifico. O Obscurantismo lhe é favorável.

Assim, não consigo entender ou admitir como todos assistem passivamente a este processo de turbulência e de futura violência.

A escalada do fascismo ao poder, em nossa sociedade, não pode ser encarada como algo normal, como algo comum ao cotidiano de todos nós. Esta omissão foi um dos erros dos italianos em face do facínora Benito Mussolini.

O nosso sistema jurídico e as instituições responsáveis pela manutenção do Estado Democrático do Direito não estão sendo capazes de controlar este presidente autoritário, tosco e defensor de nefastos valores, todos repudiados pelo nosso processo civilizatório.

O fascismo vai levar a nossa sociedade à perigosa convulsão social e vidas humanas poderão ser ceifadas no seio de provável turbulência.

O terror é quase que inerente ao fascismo. Historicamente, sempre fez parte de seus métodos e estratégias para incutir o medo na sociedade e colocá-la sob seu jugo.

Evidentemente que tudo isso vai desencadear uma reação violenta e, para ela, já devemos nos preparar. Em algum momento, o povo vence o medo e reage contra a opressão e o obscurantismo.

Temo que, mais adiante, meus netos estejam assistindo às investigações de novas “Comissões da Verdade”.

Tendo em vista esta trágica situação que estamos prestes a vivenciar, não posso deixar de ter total desprezo por todas as pessoas que fazem parte ou auxiliam, de alguma forma, este perigoso e perverso governo. Por que fizeram isso com o nosso país ???

Talvez se possa justificar a presença de alguns poucos militares, caso eles ali estejam justamente para controlar os impulsos fascistas destes grupos daninhos.

Concluo dizendo que eu jamais sequer apertaria a mão de pessoas que tenham concepções teóricas próximas do pensamento fascista.

Da mesma forma, tenho total repúdio por quem esteja do lado da barbárie e da negativa dos valores que sempre me acompanharam por toda a minha existência.

Enfim, nego-me a travar qualquer tipo de relação amistosa com fascistas, simpatizantes ou seus colaboradores.

Contra este perigo, é preciso denunciar e radicalizar. O passado nos ensina quais foram as nefastas consequências de tolerar a lógica da violência e de se acomodar diante de perigo tão letal para as nossas vidas e para a nossa civilização.

Com a coragem para vencer eventual medo, eu conclamo todos: vamos recusar e resistir, custe o que custar" !!!

Afranio Silva Jardim, professor associado de Direito da Uerj
Marco Florentino e Afrânio Silva Jardim
Enviado por Marco Florentino em 14/10/2019
Alterado em 15/10/2019


Comentários