CapaCapa
TextosTextos
ÁudiosÁudios
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Marco Florentino
Em prosa e verso
Textos

A ESSÊNCIA DA BONDADE
A ESSÊNCIA DA BONDADE

Ainda que não falasse a língua dos querubins
E não pretendesse imiscuir entre os homens
Se fez eclodir bela dentre as flores dos jardins
Tal qual anjo divinal transportada pelas nuvens

Sublime devoção extrapola os limites da razão
Na entrega despojada aos carentes de atenção
Mensageira da bondade que emana do coração
Seguindo os passos de Jesus no ato da paixão

Da verdade revelada tornou plena a sua vontade
Com meiguice e amizade transmitiu serenidade
Se empenhou à caridade sem nenhuma vaidade
Viveu com intensidade e partiu para a eternidade

No exemplo que deixou, o amor que transformou
Na escuridão do firmamento, a reluzente estrela
Os seus amados encontrou e para eles retornou
Nos dê sua bênção Maria Stela Abreu de Oliveira

Marco Antônio Abreu Florentino

Homenagem póstuma a esta que foi uma das mais extraordinárias mulheres que viveu entre nós (falecida em 24/08/2019). Aquela que tinha plena consciência das fraquezas e defeitos inerentes ao ser humano, mas que fazia da sua imorredoura fé em Deus, fator fundamental para a transformação do homem enquanto ser justo, bondoso, generoso e piedoso. Mais uma vez peço sua bênção minha querida tia e meu muito obrigado por tudo que nos ensinou e amparou.

OBS: Poesia que enaltece a singularidade de Maria Stela Abreu de Oliveira enquanto pessoa. O poema a seguir, publicado em 28/05/2016, faz um tributo a ela enquanto filha, mulher, esposa, mãe, amiga e protetora dos pobres, oprimidos e necessitados.

ESTRELA STELA

Um astro que nasceu, bem criada ela cresceu
Quarta filha de Isabel, desde o princípio foi fiel
E logo apreendeu, ao lado de Raimundo Abreu
Consciente do seu papel, fez da vida doce mel

Referência de mulher forte, conhece o seu norte
Abrigo firme e seguro para quem está no escuro
Na família é sólido suporte, com certeza da sorte
Sempre olhando pro futuro com sentimento puro

Mãe tão dedicada, pelos nove filhos, apaixonada
Na religião coerente considera Deus seu gerente
Uma estrela iluminada que caminha determinada
Olhar benevolente, encara o sofrimento de frente

Humana e caridosa, para todos a mais atenciosa
Eterna sentinela que enxerga o mundo da janela
Uma árvore frondosa, no fazer sobejo cuidadosa
Para mim a mais bela, querida e amada tia Stela

Marco Antônio Abreu Florentino

Para Stela Abreu de Oliveira, minha tia e segunda mãe, uma das pessoas mais extraordinárias que conheci na vida, de uma bondade e humildade ímpar. Sincera e verdadeira para todos, sem distinção de classe, cor, parentesco ou condição social. Ao lado do seu eterno companheiro Raimundo Abreu soube e sabe, como ninguém, cumprir as sagradas regras éticas e religiosas ensinadas no livro santo. Te amo tia Stela.

https://youtu.be/bOs21gNTB-w
(Luz Divina - Roberto Carlos)
Marco Florentino
Enviado por Marco Florentino em 29/08/2019
Alterado em 29/08/2019


Comentários