Marco Florentino
Em prosa e verso
Textos
MURMÚRIOS D´ALMA
MURMÚRIOS D´ALMA

No profundo silêncio da noite escura sem fim
Onde suave brisa acaricia o rosto adormecido
Murmúrios do passado são evocados por mim
Trazendo lembranças de um tempo esquecido

Na tênue claridade do amanhecer permanente
Onde os primeiros raios de sol tocam sua face
Murmúrios do presente que caminha indolente
Esperam com paciência o inevitável desenlace

No triste arrebol crepuscular do dia preguiçoso
Onde estrelas prematuras impressionam o olhar
Murmúrios do futuro que se anuncia misterioso
Antecipam o movimento da ação a compartilhar

No sibilino tempo que não relaciona a hora real
Onde tudo e nada se misturam em minha mente
Murmúrios do momento desvelam o existir ideal
O qual não tem passado, futuro e nem presente

Marco Antônio Abreu Florentino

https://youtu.be/IyzY5kKzfFM
Marco Florentino
Enviado por Marco Florentino em 02/06/2016
Alterado em 03/05/2018
Comentários